Postado em 15/06/2018

Saúde da mulher e os principais exames nas diferentes fases

Visitar o médico é uma ação que deve ser feita além dos momentos de necessidade. A saúde da mulher, principalmente, requer cuidados especiais para prevenção e diagnósticos precoces. O corpo feminino é conhecido por passar por mudanças hormonais constantes, desde a puberdade, gravidez até a menopausa.

As visitas ao ginecologista devem ser frequentes a partir da puberdade, quando o corpo começa a se transformar. Embora os exames ginecológicos sejam os mais requisitados e procurados, há outros tipos que também devem ser feitos nas medidas de prevenção.

Quer saber quais são os principais exames e medidas para a saúde da mulher em cada faixa etária? Confira as nossas dicas a seguir!

Cuidados gerais

Há algumas ações que devem ser tomadas em todas as idades. Uma boa alimentação, a ingestão adequada de líquidos e o respeito ao descanso são preceitos fundamentais não só para a saúde da mulher, mas de qualquer pessoa.

Mesmo as doenças de caráter genético muitas vezes podem ser evitadas com a prática de bons hábitos na rotina. Exercícios físicos também são bem recomendados, desde atividades recreativas na infância aos esportes e caminhadas na idade adulta.

Da infância à puberdade

Nos primeiros anos, o organismo é mais frágil e recém começa a formar a defesa do organismo. Um pediatra deve acompanhar o desenvolvimento, sendo aconselhada pelo menos 2 visitas de rotina por ano. Quanto mais nova a criança, mais frequentes as consultas devem ser.

Os exames mais comuns nessa faixa etária são testes laborais normais, enquanto que, além das vacinas tradicionais, meninas a partir dos 9 anos devem se vacinar contra o HPV. Se adquirida, a doença pode causar colo de útero.

Da adolescência aos 30 anos

No início da vida sexual, a necessidade de exames de rotina aumenta. O corpo fica suscetível a DSTs e exige maior atenção de forma geral. Os exames de sangue ajudam a identificar vários problemas.

A Colposcopia e a Vulvoscopia analisam a região genital, buscando irregularidades na flora vaginal. O Papanicolau também passa a ser importante, ajudando no rastreamento de doenças como câncer de colo de útero. Deve ser feito uma vez por ano.

Para as mamas, a ultrassonografia pode ser realizada a partir da adolescência, se averiguada alguma alteração nos exames de toque. A prevenção contra o câncer de mama é uma das mais importantes para a mulher.

Na gravidez, alguns exames que o médico poderá solicitar são hemograma completo, Papanicolau, pré-natal, ultrassonografia e exame de glicemia para checagem de diabetes. A pressão arterial e a saúde do coração também serão examinadas.

Dos 30 aos 40 anos

Nessa faixa etária, a mamografia começa a ser indicada para mulheres com histórico de câncer de mama na família. Em caso negativo, a idade recomendada é a partir dos 40 anos. O diagnóstico precoce é a chave para um tratamento eficaz.

Também é comum que o médico solicite ultrassom transvaginal e ultrassonografia pélvica para analisar os órgãos genitais. Entre as mulheres dessa faixa etária, os riscos de endometriose aumentam e a prevenção ajuda a evitá-la.

Entre 40 e 50 anos

Na menopausa, novamente o corpo passa a sofrer as transformações hormonais. A produção de hormônios diminui, causando uma série de alterações no corpo. Alguns sintomas comuns são alterações de humor, sono e falta de energia, fraqueza nos ossos e maior suscetibilidade a doenças como pressão alta e câncer de mama.

Os exames ginecológicos continuam sendo importantes, mas as avaliações cardíacas também ganham destaque, sendo indicado ainda o exame proctológico para avaliação do intestino.

A partir dos 50 anos

A terceira idade requer muita atenção. É marcada pela maior frequência de problemas de saúde e o acompanhamento médico é indispensável.

Os exames anteriores devem continuar, somando-se a densitometria óssea e avaliações oftalmológicas. A primeira avaliará os riscos de osteoporose, enquanto que os exames de vista verificam a saúde dos olhos, principalmente em casos de diabetes e hipertensão.

A atenção com a alimentação deve ser redobrada, pois os riscos de câncer de intestino também aumentam. Assim, a colonoscopia pode ser realizada eventualmente.

Independente da idade, a saúde da mulher deve ser acompanhada por um profissional. A periodicidade das visitas varia de acordo com a faixa etária ou o quadro clínico, mas o check-up deve ser realizado pelo menos uma vez ao ano.

Que tal agendar a sua consulta no JM Consultórios? De pediatras a ginecologistas e clínicos gerais, nossos profissionais estão prontos para te atender! Visite a página inicial do site e reserve seu horário!