Postado em 01/02/2019

Por que tomar remédios na hora certa é fundamental

Sabe aquelas recomendações médicas para tomar remédios na hora certa? Elas têm um motivo e é importante segui-las como solicitado. Cada remédio tem as suas especificações e formas de agir no corpo, justificando os procedimentos para o tratamento.

Entre os principais motivos para não esquecer ou pular a hora determinada, estão os benefícios no combate às doenças e os problemas que os efeitos colaterais podem causar.

Alguns medicamentos são muito fortes e não podem ser tomados antes do prazo mínimo de distância da ingestão anterior, enquanto outros perdem o efeito se tomados muito tardiamente.

Quais são os erros mais comuns na ingestão de medicamentos?

Alguns pacientes desrespeitam as indicações médicas e seguem seu próprio método para tomar remédios, seja por esquecimento ou por achar que já estão melhores. Alguns simplesmente param de tomar a medicação por achar desnecessário, mas a doença pode ainda representar ameaças se o tratamento não for concluído.

Outro erro comum é o paciente se confundir nos remédios quando precisa tomar vários tipos de comprimidos. Pode acontecer também de a pessoa resolver tomar tudo de uma vez e ignorar os horários, causando riscos à saúde. Como cada medicamento tem a sua indicação de horário, é importante manter o controle para não misturá-los.

Há casos em que o remédio demorar a surtir efeito e há quem possa pensar que ele não funciona. Assim, o paciente pode parar de tomar o remédio antes que os compostos possam trazer resultado. Vale ressaltar que cada organismo tem a sua forma de responder a um tratamento.

Quando um medicamento é muito caro, é comum também que não se respeite os horários corretos na tentativa de economizar, mas isso pode acarretar no mau funcionamento da fórmula no organismo.

Seguir o horário do médico ou o horário da bula?

Acontece muito de o médico pedir para o paciente tomar remédios na hora certa e o paciente trocar as indicações pelo recomendado na bula. A dúvida pode surgir porque os horários nem sempre batem, mas o ideal é seguir o solicitado pelo médico.

A bula serve apenas como um indicativo e uma sugestão, frequentemente observando que as recomendações médicas devem ser seguidas.

Como tomar a dose correta?

O médico deve indicar a quantidade adequada do remédio, mas nem sempre a dosagem é fácil. Há soluções líquidas que precisam de um medidor específico, por exemplo, o que dificulta a noção para o paciente.

Verifique se o medicamento vem com dosador e use-o para controlar a ingestão. Em caso negativo, há outras formas de medir a quantidade, como colheres de sopa ou de sobremesa. Se houver dúvidas, o médico deverá ser consultado.

A quantidade e o horário de ingestão devem ser respeitados para obtenção máxima dos benefícios do composto. Agora que você já sabe por que deve tomar remédios na hora certa, que tal descobrir por que deve comprá-los sempre com receita?