Postado em 25/03/2019

Guia completo para identificar uma hérnia

Quem tem hérnia no corpo sabe o quão inconveniente é esse problema de saúde. Ela causa uma dor constante na rotina do paciente e o tratamento é igualmente chato. Você sabe como identificar uma hérnia?

Além da dor inconveniente, que pode ter vários níveis de intensidade, ela fica bastante perceptível pela presença de uma protuberância mole na pele e pode surgir em vários pontos do corpo. Mas existem outros sinais e sintomas que merecem atenção!

O JM Consultórios preparou um guia para você identificar uma hérnia e saber como tratá-la! Confira a seguir.

Tipos de hérnia

Antes de falarmos sobre os sintomas, precisamos conhecer os principais tipos de hérnia, que são definidos pelo local onde ela surge. Entre as mais comuns, temos:

  • Hérnia de disco: provavelmente a mais conhecida, ela surge em algum ponto da coluna, sendo o tipo mais distinto de hérnia;
  • Hérnia incisional: surge na região do abdômen em quem já passou por uma cirurgia no local;
  • Hérnia inguinal: trata-se de uma parte do intestino, que atravessa um espaço da parede abdominal e se desloca para a virilha;
  • Hérnia umbilical: surge na cicatriz do umbigo e é muito comum em bebês;
  • Hérnia epigástrica: surge entre o umbigo e o tórax;
  • Hérnia femoral: surge na raiz da coxa.

Os sintomas da hérnia

Além dos sintomas já citados, que são a dor o surgimento de uma protuberância, o paciente pode apresentar outros sinais. Eles podem variar de acordo com o tipo, mas alguns são comuns na maioria deles. O paciente pode sentir:

  •         Dificuldade em realizar movimentos, principalmente próximo à região da hérnia;
  •         Formigamento ou dormência em membros ou outras regiões do corpo;
  •         Fraqueza ou perda de força física;
  •         Dificuldade para caminhar ou ficar em pé por muito tempo;
  •         Alteração no funcionamento de órgãos, devido à compressão de nervos;
  •         Vermelhidão no local;
  •         Entre outros.

Alertas, diagnóstico e tratamento

A hérnia pode se tornar um problema sério se não for resolvida. O alerta é necessário porque o problema pode aumentar e, se a hérnia estourar, há até mesmo risco de morte, dependendo do caso. Identificar uma hérnia e tratá-la no começo torna o processo mais simples.

O diagnóstico é feito através de exame físico. Para alguns tipos, o médico costuma pedir ao paciente para tossir ou soprar a mão. A pressão no abdômen faz com que a hérnia se torne mais palpável.

Hérnias muito pequenas ou em pacientes obesos podem precisar de um ultrassom ou tomografia para serem identificadas.

O tratamento mais eficaz é a cirurgia, mas analgésicos podem aliviar a dor. Para prevenir a hérnia, é importante tomar cuidado com pesos, realizar atividades físicas para fortalecer os músculos e incluir alimentos ricos em fibra na alimentação.

Confira também dicas para manter o intestino saudável!