Postado em 30/10/2017

Dia do Ginecologista: Cuidados especiais na saúde da mulher

Mais uma data comemorativa do mês: 30 de outubro é Dia do Ginecologista! Já tivemos o Dia Internacional Contra o Câncer de Mama no dia 19 e hoje a comemoração também é voltada para a saúde da mulher. Por isso, vamos falar sobre os cuidados especiais que o corpo feminino exige.

O ginecologista é o médico especializado na saúde feminina, sendo recomendáveis em todas as fases da vida. Não existe uma idade específica para frequentá-lo, mas o ideal é que as visitas comecem a partir dos 10 anos ou após a primeira menstruação.

É essencial que haja uma conscientização por partes dos pais, já que a menina tende a ter vergonha de se consultar com o ginecologista. Cada faixa etária exige cuidados específicos, de acordo com a ação dos hormônios no corpo da mulher.

Puberdade

A partir dos 10 anos, a menina entra na fase de mudanças corporais. É natural começar a surgir dúvidas sobre esse desenvolvimento e, por isso, os pais devem levá-la à sua primeira consulta ao ginecologista.

O profissional é o mais indicado para explicar o novo ciclo que a garota enfrentará e tirar as dúvidas que ela venha a ter. Ele pode orientar sobre a menstruação, a importância de prevenir de gravidez ao iniciar a vida sexual, a função dos órgãos reprodutores, doenças às quais o corpo fica mais suscetível etc.

Embora algumas informações possam ser vistas na escola ou em livros, ter um profissional especializado é de extrema importância para que a menina se sinta mais confortável nessa fase.

Adolescência

Essa fase é marcada pelo início das atividades sexuais. O alerta contra as doenças sexualmente transmissíveis e proteção contra gravidez deve ser feito pelos pais e até pela escola, mas o ginecologista pode ajudar a solucionar dúvidas e indicar cuidados mais específicos.

Algumas garotas podem ter anormalidades no ciclo menstrual, o que também é importante ser verificado junto ao médico. O profissional ajudará também nas melhores indicações para as cólicas e consequências hormonais, como a acne.

Mas o ginecologista não trata somente questões relacionadas ao sexo e hormônios. Ele deve inclusive orientar sobre a importância de cuidar da manutenção do peso, evitar sedentarismo e até o uso de substâncias ilícitas. Afinal, a adolescência costuma incitar a curiosidade acerca de vários assuntos e é importante manter os jovens bem instruídos.

Idade adulta

Quando a mulher entra na idade adulta, ela já está experiente sobre como seu corpo funciona e as visitas ao ginecologista são mais regradas. Ela já está ciente da importância de realizar exames de rotina e acompanhar seu ciclo hormonal.

Os cuidados agora podem incluir também a preparação para uma futura gravidez, acompanhamento de gestação, prevenção de doenças relacionadas a essa faixa etária e muito mais. É a fase mais fértil da vida da mulher.

Maturidade

A partir dos 30 anos, as atenções se voltam para o aumento dos riscos de diversas doenças, como cânceres, problemas cardiovasculares e obesidade. O corpo volta a sofrer influência dos hormônios, alterando novamente todo o sistema reprodutor e hormonal.

Após os 40 anos, a mulher entra na menopausa. Alterações de temperatura e hormônios pedem acompanham clínico especial, tal como tratamentos alternativos de acordo com o caso.

O Dia do Ginecologista é mais uma data para lembrar sobre a importância de cuidar da saúde. Não só as mulheres, mas os homens também devem se cuidar. Baixe o e-book “Os principais cuidados com a saúde após os 30 anos” e veja dicas para envelhecer com saúde!